PROANTAR

PROANTAR

O Programa Antártico Brasileiro nasceu em 1982. Logo em seguida, no verão de 1982/83 houve a primeira Operação Antártica Brasiliera (OPERANTAR I), quando os navios Barão de Teffé e Wladimir Besnard foram enviados à região antártica, tendo como um de seus objetivos encontrar um lugar adequado para a instação da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), no verão seguinte.

O Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) teve sua gênese em 1972, quando criou-se o Instituto Brasileiro de Estudos Antárticos (IBEA), tendo o meteorogista Rubens Junqueira Villela como um dos “cabeças” da iniciativa, pois era o brasileiro-antártico mais experiente na ocasião.

Ou seja, foi necessária uma década para que os primeiros esforços de organização e planejamento de uma “missão” brasileira na Antártica tornassem-se realidade.

Voltando ainda mais no tempo, há exatos 100 anos da criação do PROANTAR, houve a primeira manifestação brasileira de interesse por pesquisas científicas na região sul da Terra. No verão de 1882/83, Dom Pedro II disponibilizou a corveta imperial Parnahyba para que cientistas brasileiros, liderados pelo astrônomo Luiz Cruls, todos participantes do Primeiro Ano Polar, observassem in loco (Estreito de Magalhães, especificamente nas proximidades de Punta Arenas, no Chile) a tão aguardada passagem de Vênus pelo disco solar.

O PROANTAR segue ininterruptamente sua proposta inicial de pacífica presença científica no âmbito do Tratado da Antártica, assinado por não menos que 48 países. Boa parte de nossas pesquisas são feitas no arquipélago das Shetland do Sul (Antártica-Marinha, como se referem alguns geógrafos). Desde o início deste século, Jefferson Simões coordena projetos de glaciologia na calota polar do continente antártico.

A partir do link do PROANTAR, aqui disponibilizado, o visitante curioso poderá navegar em um mar de informações relevantes para uma melhor compreensão das atividades oficiais da ciência brasileira na região do Polo Sul.

João Paulo Barbosa

https://www.mar.mil.br/secirm/portugues/proantar.html

 

Laboratório de Pesquisas Interdisciplinares sobre Tecnologias e Educação
feedback